Força de vontade: conheça dicas científicas para mantê-la!

Mais um ano que começa e novas resoluções são pensadas pelos concurseiros para conquistar a tão sonhada vaga. Para você não perder sua força de vontade, separamos algumas dicas científicas que podem te ajudar a não desistir no meio do caminho.

De acordo com uma pesquisa da empresa FranklinCovey, pelo menos um terço das pessoas que criam metas no ano novo desistem antes do fim de janeiro. Para aumentar as chances de alcançar esses objetivos, a psicóloga Kelly McGonigal, autora do livro Os Desafios À Força De Vontade, tem algumas dicas.

McGonigal ministrou durante anos um curso bastante popular na Universidade de Stanford dedicado à ideia de que a força de vontade não é um aspecto inalterável do ser humano, mas uma reação complexa da mente e do corpo, que pode ser prejudicada por noites mal dormidas, estresse e alimentação inadequada.

Porém, com um pouco de prática, essa característica também pode ser fortalecida. Confira as estratégias de McGonigal que poderão ajudá-lo a manter a força de vontade necessária para completar suas metas:

1. Exercite sua força de vontade

A força de vontade é como um músculo. Quanto mais você o desenvolve, mais poderá usá-la. A sugestão é que você inicie com desafios menores antes de encarar as metas mais complicadas.

2. Defina sua meta

Este processo deve ser individual, não pense em algo que parentes ou amigos sugeriram. Mentalize um objetivo que poderia contribuir positivamente para seu crescimento pessoal.

3. Inspire-se

Lembre-se de alguém que alcançou aquilo que você tanto deseja fazer. Tente conviver com familiares e amigos que também apoiam sua vontade: mudanças nem sempre são alcançadas sem alguma companhia.

4. Não deixe o cansaço atrapalhar

A força de vontade normalmente enfraquece ao longo do dia. Portanto, algumas metas podem ser mais fáceis de completar no período da manhã, como fazer exercícios. E tome cuidado para não retomar hábitos ruins após o fim da tarde.

5. Tome cuidado com o estresse

O estresse costuma nos encorajar a apenas prestar atenção em metas de curto prazo; o autocontrole, por outro lado, mantém o foco mais amplo. “Aprender a controlar essa ansiedade é uma das coisas mais importantes para melhorar a força de vontade”, afirmou McGonigal. Uma caminhada de cinco minutos, por exemplo, pode ajudar a acalmar os ânimos.

6. Durma bem

Dormir menos de seis horas por noite faz com que o córtex pré-frontal perca o controle das regiões cerebrais responsáveis pelas suas vontades, como o desejo incontrolável de comer alguma coisa. Dormir pelo menos uma hora a mais por noite ajudará a evitar que você recaia nos maus hábitos.

7. Alimente-se corretamente

“Uma dieta com mais vegetais e menos alimentos processados oferece mais energia ao cérebro e pode melhorar todos os aspectos necessários para manter a determinação com suas metas de ano novo”, observou McGonigal.

8. Não se engane

“Será diferente amanhã” – temos mania de pensar que acordaremos com mais motivação e energia no dia seguinte.  McGonigal explica que quando acreditamos que faremos uma escolha diferente no próximo dia, quase sempre cedemos às tentações no momento presente.

9. Entenda seus limites

As pessoas que consideram ter autocontrole são as primeiras a falhar em suas resoluções. McGonigal ressalta que é preciso saber onde estão suas falhas, como e quando você costuma cair em tentação e passa a ignorar os objetivos.

10. Seja específico, mas flexível

Delimite bem a sua meta para entender o que será necessário para alcançá-la, mas deixe espaço para mudar o passo a passo caso precise. Não seja tão rígido, imprevistos podem acontecer ao longo do caminho.

11. Dê recompensas a si mesmo

Pesquisas sugerem que, ao associar tarefas a um pequeno “prêmio”, o cérebro passa a encará-las como algo saudável e positivo. Quando terminar de estudar um capítulo importante, por exemplo, você pode escolher uma série, livro ou filme para relaxar no fim de semana.

Com informações da Revista Galileu

Deixe seu comentário